MONSTER


Oi! Como já mencionei antes, meu nome é Mariana Asamiya, mas prefiro que me trate por Nana ou Riku. Os apelido se devem ao fato, respectivamente, de eu ser MUITO parecida com a personagem Oosaki Nana, do anime/mangá Nana, tanto fisicamente quanto em relação à personalidade e atitude, e ser super fã do Riku, de Kingdom Hearts. Tenho 19 anos e moro em Fortaleza, capital do Ceará. Criei esse blog há pouco mais de 2 anos, e desde então tem sido minha rota de fuga, onde desabafo (mesmo que indiretamente na maioria das vezes), compartilho coisas legais que encontro por aí e conheço gente que curte as mesmas coisas que eu. Aqui você encontra muita coisa sobre mim, embora disfarçadas, e não basta ler apenas uma vez pra me decifrar. Os textos parecem infantis, e alguns sem sentido, mas acredite, têm sempre algo meu. É só procurar nas entrelinhas.
Sou completamente fascinada pela cultura japonesa, e não tenho vergonha ou constrangimento em dizer isso. Hoje em dia, ser taxado de "otaku" virou um xingamento, mas na minha época isso servia pra denominar aquele ou aquela que curtia o Japão e tudo aquilo que dele vinha, principalmente animes e mangás. Porque isso virou xingamento eu não sei, não me pergunte. É normal você achar estranho coisas que você não conhece ou gosta, mas acho que ainda assim não deveria ser um xingamento. Tem gente que curte Restart e nós é que somos os estranhos? Vai entender. Sou doente pelo Shinsengumi, tanto o grupo original como os animes e filmes que retratam, assim como por toda a cultura do Japão, antiga e nova.
Também sou apaixonada por Disney. Não me importo com o que os outros dizem, sobre ser pra criança nem nada do gênero, eu apenas gosto e pronto. Ninguém paga minhas contas, então esse mesmo ninguém não tem nada com isso. Concordam? Sinceramente, eu acho os desenhos da disney perfeitos. Alguns deles trazem histórias de amor muito, mas muito lindas (A bela e a fera, nossa, choro), muito mais originais do que esses romancezinhos de meia-tigela que inventaram nos últimos anos. É sempre uma menina tímida e nova, que se apaixona pelo carinha popular e rico que tem uma namorada filha da puta, e aí a guria vai, separa os dois e fica com o carinha. E tem gente que se contenta com isso. Vai entender!
Sou muito crítica pra filme também, aproveitando o embalo. Não gosto de romance porque estou cansada de clichêzisse, como já mencionei, e se tiver dois ou três filmes que eu gosto já é muito. Gosto de terror e suspense, tripas voando e sangue jorrando. Isso é que é bom! Morro de medo de filmes de espírito porque acredito na existência deles e já presenciei. Comédia? Só brasileira, porque essas "comédias" americanas, francamente, não tem um pingo de graça. Também curto muito assistir seriado, e muitos são do meu agrado, a maioria de suspense ou policial, mas o meu favorito é I dream of Jeannie ou "Jeannie é um gênio", como ficou conhecido aqui no Brasil, exibido na década de 60.
Adoro ler! É, de longe, a coisa que mais gosto de fazer (depois de dormir, é claro). Assim como para filmes, não gosto de livro de romancezinho adolescente. Gosto daqueles bem originais, diferentes, que ninguém nunca viu. Meu gênero preferido é aventura fantástica. Sou louca por vampiros, lobisomens, demônios e toda essa turma aí. Detesto Crepúsculo com todas as forças, e se um dia a autora dessa porcaria passar perto de mim vai levar um tiro no meio da cara. Essa viadagem de brilhar e ir pro colégio pagar de gatinho não me convence, na boa. Minha autora feminina favorita é a Anne Rice e o masculino é o Oscar Wilde, um gênio, na minha modesta opinião.
Música? Minha banda favorita é o Metallica e o gênero que mais gosto é Thrash e Punk. Não que eu não escute outras coisas, claro, porque se tiver tocando música eletrônica numa balada eu danço sem problemas. Agora parar e escutar MESMO, só esses aí. Puxando de novo o assunto Japão, também adoro J-music (música japonesa, para os desentendidos), e amo May'n, Anna Tsuchiya, L'arc~en~ciel, Tainaka Sachi e Yui.
Também adoro jogos. Se me dessem um computador decente que não fosse movido à lenha eu passaria o dia inteiro verminando. Meu jogo favorito é Kingdom Hearts (a série toda) e eu não me canso de jogá-lo. Jogo ragnarok aqui e acolá, quando meu computador colabora, mas nada muito pesado. E posso passar horas falando sobre o assunto sem me cansar, acreditem.
Sou muito crítica com qualquer coisa. E muito direta também. Se algo ou alguém não me agrada, não sou de cerimônias, deixo isso claro. Minha confiança é difícil de ser conquistada justamente por isso, e eu posso contar com apenas uma mão as pessoas, no mundo, em que eu confio. Sou, porém, muito amorosa com meus amigos e com as pessoas que eu gosto. Posso não ser melosa ou grudenta, mas demonstro, à minha maneira, o quanto eu gosto dessas pessoas. E elas sabem disso. Sou muito fechada em relação à minha vida, já fui mais aberta, mas hoje em dia não costumo contar nada muito pessoal meu nem para quem eu confie muito.
Também tenho muito medo de água. Não de água comum, mas de muita água. Rios, lagoas, mares... tenho muito medo. Há alguns anos, no ano novo, eu quase me afoguei na praia quando me divertia com meus amigos. Desde então, tenho completo pavor de água e evito a todo custo entrar nela.
Já fui muito grilada com o quesito aparência, porque não faço, nem de longe, o modelo feminino que a maioria dos homens curte. Sempre fui magrela, quase albina e baixinha (hoje sou ruiva há três anos). Antes, me preocupava muito com isso, e estaria mentindo se dissesse que hoje em dia deixei de me importar completamente, mas agora estou mais tranqüila e feliz comigo mesma em relação a isso. Tem gente que gosta de mim assim, e de certo modo eu gosto de ser, então porque mudar o que eu sou só pra agradar pessoas que provavelmente nem reparariam em mim se não fosse meus supostos "atributos corporais"? Idiotisse. Pelo menos, se alguém reparar em mim, eu terei certeza de que não é por causa disso!

Bom, é isso. Mesmo com esse textão, é impossível me conhecer baseando-se apenas nisso. Conviva, me observe, e aí quem sabe você possa chegar a uma conclusão do que eu sou, realmente, e quando isso acontecer você me avisa, tá? Porque nem eu mesma sei...

 

Stuck forever in the... chain of memories {チェイン オブ メモリーズ} Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei | Best Kindle Device